Mel

O mel tem sido fonte de energia e sustento para o homem há milênios! Todos os produtos elaborados pelas abelhas – mel, própolis, geleia real, pólen, e apitoxina são importantes para a nossa saúde. Mas o mel é o único que é ao mesmo tempo remédio e alimento. Pesquisas científicas demonstram que a composição do mel se resume a três ingredientes: açúcares (80%), água (17%), e minerais essenciais (3%). Parece muito simples. Mas por trás dessa aparente simplicidade se esconde um dos produtos biológicos mais complexos da natureza (Campos, 1987).

O mel é anabólico, antioxidante, antibacteriano, cicatrizante e um calmante excepcional para tosse. Em pesquisa realizada na Pennsylvania State University em 2014 com 105 crianças com tosse persistente havia sete dias, os pesquisadores concluíram que o mel foi mais eficaz para acalmar a tosse do que o medicamento convencional dextrometorfano. O mel também ajuda a regenerar tecidos. Pesquisa relatada na revista francesa Revue de Chirurgie Orthopédique et Traumatologique, 1993, mostra 40 diferentes testes feitos com mel em ferimentos. Os autores concluíram que o mel foi eficaz na recuperação dos tecidos em 88% dos casos.

O mel é um energético incomparável para quem pratica exercícios físicos. Ao contrário do açúcar refinado que provoca picos de glicemia no sangue seguido de queda brusca, o mel libera carboidrato gradualmente mantendo o nível energético do atleta estável. Além disso, o mel ajuda a manter a boa forma. Uma colher de sopa de mel meia hora antes de dormir promove um sono profundo e reparador. Para renovar músculos, ossos e tecidos, nosso corpo usa depósitos de gordura enquanto dormimos. Este trabalho é comandado pelo cérebro e para isto necessita glicogênio, substância produzida no fígado. Os açúcares processados sobrecarregam o fígado provocando diabetes, mas o mel libera glicogênio gradualmente maximizando a queima de gordura usada para a renovação celular noturna. Este processo metabólico é de extrema complexidade, mas, dito de maneira muito simples, uma colher de mel ingerida antes de dormir, nos faz amanhecer mais magros!

O brasileiro consome em média de 50 a 55 kg de açúcar por ano, contra apenas 160 gramas de mel. É inacreditável! Se boa parte deste açúcar fosse substituída por mel, nosso sistema imunológico seria mais robusto. Os benefícios desta troca seriam enormes, pois o consumo do mel provoca mudanças metabólicas no organismo eliminando aquela vontade insaciável de comer doce. Mas o mel vai muito além! Que açúcar é capaz de prevenir o declínio cognitivo e a demência em idosos? Que açúcar protege o nosso coração? E que açúcar é capaz de queimar gordura enquanto dormimos? Nenhum, só o mel! E por quê? Porque o mel é um açúcar inteligente! Mas a maioria da população ignora esta dádiva da Natureza que poderia ser um dos nossos maiores aliados para uma vida longa e saudável!

Quer fazer parte da nossa equipe? Envie e-mail para rh@waxgreen.com.br
Rua Pr. Jerônimo G. Garcia, 9
Jd. IAE - 05890-140
São Paulo/ SP - Brasil
Contato: Fone: +55(11) 5822 4030
Mail: waxgreen@waxgreen.com.br